Empresas estão cada vez mais abertas para os bichos

Imagine trabalhar na companhia de seu melhor amigo? Legal, né? Visando atrair produtividade e diversão, empresas têm adotado, cada vez mais, o pet friendly em seus expedientes. O Espaço 365 Coworking, localizado na Asa Norte, em Brasília, abriu as portas para os peludos participarem da rotina do local. 

“Percebemos o quanto os animais alegram o dia a dia do local. A ideia é que os colaboradores se sintam em casa e menos estressados durante o expediente. Além da descontração no ambiente, ajuda na interação entre as pessoas”, afirma Flávio Hideo  Mikami, sócio-fundador do Espaço 365. 

Segundo uma pesquisa realizada pela Virginia Commonwealth University, nos Estados Unidos, ter animais na empresa contribui para a redução de estresse e deixa o trabalho mais satisfatório para os funcionários. O estudo comparou colaboradores que levavam seus cachorros, os que não levavam e os que não possuem pets. Foram analisadas as áreas de estresse, satisfação profissional, comprometimento e apoio. 

“A relação entre humanos e animais é muito recíproca. Então, ter no trabalho esses amigos por perto pode elevar a sensação de felicidade e acolhimento. Tudo isso ajuda na produtividade e bem estar dos funcionários. Torna-se um ambiente familiar mesmo”, explica a psicóloga Lia Clerot. 

E quem imaginou que é só diversão, se enganou. É necessário que as empresas se preparem para receber os novos amiguinhos. “Aqui, no Espaço 365, treinamos nossos colaboradores para lidar com os pets sem medo ou estresse. Também conversamos com os responsáveis pelos animais para que eles mantenham os bichos sempre por perto e se atentem para as bagunças”, explica Flávio Hideo. 

Não são objetos 

No ano passado, o Senado aprovou uma proposição que trata bichos como seres com sentimentos. Ou seja, não são mais considerados objetos. Com as mudanças na legislação, eles ganham personalidade jurídica e poderão ter direito a instrumentos legais, já que são seres de natureza biológica e emocional e passíveis de sofrimento.  

A Associação Brasileira da Indústria de Produtos de Animais de Estimação apontou que o Brasil conta com a quarta maior população de pets do mundo. De acordo com o IBGE, existem mais bichos do que crianças nos lares brasileiros. A cada 100 famílias, 44 criavam animais de estimação e só 36 tinham crianças de até 12 anos de idade. 

Últimos posts por Mônica Marques | Prezz Comunicação (exibir todos)