Avaliador imobiliário: qual é o papel desse profissional?

Cada dia mais, o avaliador imobiliário tem se mostrado fundamental. Segundo o CEO da NERO Perícias — empresa que atua com avaliação de imóveis e perícia grafotécnica —, Evandro Correia Silva, a avaliação de imóveis é uma tarefa que requer seriedade e competência e que é fundamental na determinação do valor de um imóvel

São Paulo, SP, 16/09/2019 –

Até dezembro de 2019, o Brasil deve presenciar um aumento nas vendas e lançamentos de imóveis residenciais na ordem de 10% a 15%. É o que prevê uma estimativa da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

De outro modo, a depender da facilidade da tecnologia que, cada vez mais, conecta as pessoas, as vendas particulares também devem aumentar. Hoje, estima-se que o Brasil já tenha 420 milhões de aparelhos digitais ativos, conforme projeção da 30ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP).

A pesquisa ainda apurou o destaque para o número de smartphones no País, que gira em torno de 230 milhões de aparelhos. E na tela de grande parte desses aparelhos, apps que facilitam a compra de imóveis têm um lugar reservado.

Neste cenário, cada dia mais, um profissional tem se mostrado fundamental: o avaliador imobiliário . Mas, qual é mesmo o seu papel?

Nas palavras do sócio-fundador da NERO Perícias — empresa que atua com perícia grafotécnica, exame grafotécnico ou grafoscopia —, Evandro Correia Silva, a avaliação de imóveis (ou avaliação imobiliária) é uma tarefa que requer seriedade e competência e que é fundamental na determinação do valor de um imóvel. Por isso, a tarefa deve ser realizada por um profissional competente, com conhecimentos técnicos e específicos que garantam a fidedignidade da avaliação.

“A avaliação de imóveis deve ser feita de acordo com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), (NBRs 14.653-1, 14.653-2, 14.653-3 e 14.653-4) e por profissionais credenciados (avaliador de imóveis ) ao CNAI (Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários), tendo como órgão regulamentador o COFECI em sua resolução 1.066/07″, esclarece Evandro.

Como produto da avaliação de imóveis, o perito avaliador emite o PTAM (parecer técnico de avaliação mercadológica) ou laudo pericial.

Ainda de acordo com o sócio-fundador da NERO Perícias, o laudo de avaliação serve a uma série de propósitos, como: “Garantias bancárias”, “Determinação dos valores para seguros (contratação de seguro patrimonial)”, “Reavaliação do ativo imobilizado (atualização patrimonial)”, “Planejamento tributário”, “Reestruturação societária” e “Fusão e cisão de empresas”, por exemplo.

A seguir, Evandro detalha outros propósitos do trabalho do avaliador imobiliário :

Determinação de valor locativo de imóveis (ações renovatórias e revisionais de aluguel);
Valores para fins gerenciais, através do fornecimento dos valores de reposição e de novo;
Análise de carteira de portfólios imobiliários;
Determinação de saldos de vida útil, fornecendo novos saldos de vida remanescentes;
Determinação de valores de liquidação (forçada e ordenada);
Absorção de prejuízos acumulados;
Determinação de valor de compra e venda;
Regularização imobiliária;
Disputas judiciais;
Atualização patrimonial;
Inventários e partilhas;
Desapropriação de imóveis;
Assistência técnica a advogados em perícias judiciais e extrajudiciais;
Acompanhamento de perícia;
Ações expropriatórias para fins de desapropriação e Indenizações.

“Antes de contratar um profissional, é necessário avaliar a expertise da empresa”, alerta o sócio-fundador. “Os clientes da NERO Perícias podem contar com a nossa experiência e competência para fazer a avaliação de imóveis em todo o Brasil”, finaliza.

Além de avaliação imobiliária, a NERO Perícias atua com serviços de perícia grafotécnica, exame grafotécnico ou grafoscopia. Para mais informações, basta acessar: http://www.neropericias.com.br

Website: http://www.neropericias.com.br