Nos dias 05 e 06 de abril será lançada a videodança “Violência” no Centro de Dança do DF.

O lançamento da videodança é uma ação do projeto livre Pequeno Tratado de Violências Cotidianas, com apresentação do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal. Durante o projeto, realizou-se a temporada de obra coreográfica homônima e pesquisa multissensorial envolvendo o tema da violência de forma expandida. Ao visitar espaços abandonados pelo Distrito Federal, a videodança é uma resposta poética às interações entre ruínas, esquecimento, movimento e cotidiano: a violência da presença. A imersão corpo-violência-ruínas é o mote principal desta obra videográfica. O projeto é realizado pelo Coletivo de Estudos em Dança, Educação Somática e Improvisação (CEDA-SI).

Esta é uma obra de videodança sobre as violências invisíveis, percebidas somente pelo corpo vibrátil, sensível e afetivo. De tão “comuns”, tais violências tendem a passar despercebidas a olho nu, mas seu campo de força detona processos de ida sem volta e deixam fissuras intransponíveis na experiência humana.

Fotomontagem: Lisiane Queiroz

No universo deste tratado, os corpos – entre movimentos e pausas – buscam interagir com a efemeridade dos encontros para ressignificar a própria existência.

O que há além da cortina de fumaça?

Confira a agenda do grupo CEDA-SI para este final de semana:

VIOLÊNCIA
Videodança
Lançamento
(exibição, discussão e performance)
Centro de Dança do DF
05 e 06 de abril de 2019
20h

Link do processo de preparação: https://cedasidf.wixsite.com/violenciascotidianas