A milenar tradição do teatro de bonecos também se reinventa no período em que parte das manifestações artísticas acontece de forma on-line. O Festival Bonecos de Todo Mundo é um exemplo disso.

Na cidade de Taguatinga, situada no Distrito Federal, a equipe de produção do Festival internacional de Teatro de Bonecos se viu diante de um desafio no início da pandemia do novo coronavirus. As apresentações presenciais que dariam início à 2ª Edição do evento precisaram ser canceladas e isso fez com que a logística se adaptasse ao novo momento pelo qual o mundo passa.

Para voltar e atender ao público que esperava o festival, foi necessário adaptar tudo para o formato on-line. O desafio maior, sem dúvida, é a falta da plateia presente e ao vivo. Na versão presencial, cada companhia convidada traria apenas um membro para as apresentações, geralmente formadas por artistas-manipuladores solistas. Com a adaptação para as redes, essa realidade mudou e novos pontos positivos começaram a surgir, afinal, quem, por algum motivo não pudesse ir ao teatro, teria agora a possibilidade de assistir a diferentes obras dentro de casa. E foi isso que aconteceu…

As companhias que só levariam um artista para o festival puderam trabalhar coletivamente em seus respectivos países para a as apresentações e trasmissões on-line; Os produtores locais do DF puderam mobilizar mais pessoas pela internet e, o que seria apresentado com quantidade limite de público num teatro, converteu-se numa grande sala web para quem quisesse assistir às obras, seja em Taguatinga, no DF, no Brasil, na América Latina ou na Europa – locais de origem das companhias participantes

Essas adaptações, ainda que condicionadas pela pandemia, proporcionaram novas maneiras de se produzir arte no Distrito Federal. Os produtores convidaram suas redes de contato, os artistas convidados mobilizaram seus seguidores e fãs e queme gosta do gênero compartilhou o link das peças. Quem ganha com isso? O público! A formação espontânea de plateias múltiplas é algo positivamente irreversível e, ainda que em caráter excepcional, a edição de 2020 do Bonecos de Todo Mundo – Festival Internacional de Teatro de Bonecos ganhou mais adeptos e admiradores, além de credibilidade entre as produções.

Com data para término programada para o próximo domingo, o Festival já começa a colher bons frutos por parte desse engajamento popular. Haverá, inclusive, um bate papo on-line com fazedores de linhas conceituais e estéticas diferentes para que haja uma troca de ideias e saberes sobre a profissão de bonequeiros e artistas-manipuladores nas regiões onde vivem. Tudo será transmitido na internet.

Para quem tem interesse em contemplar o festival ainda há tempo! Acesse as redes do Bonecos de Todo Mundo e fique por dentro dos espetáculos, que estão disponibilizados nas plataformas até o dia 15 de novembro.

O Gazeta Brasília recomenda!

Instagram: instagram.com/bonecosdetodomundo/

Facebook: facebook.com/bonecosdetodomundo

Últimos posts por Josuel Junior | Colunista de Cultura e ator (exibir todos)