Em janeiro, crescimento foi de 1,35%, segundo a Abecip

Brasília está entre as cidades com maior crescimento do mercado imobiliário de janeiro. O Índice Geral do Mercado Imobiliário Residencial (IGMI-R), medido pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), registrou elevação  1,35% em janeiro na capital federal. 

Com o percentual, o Distrito Federal entra na lista de destaques do país junto com São Paulo (1,69%), Goiânia (1,3%), Salvador (1,25%) e Curitiba (1,24%). O especialista em mercado imobiliário Flávio Freitas avalia o momento como propício para investir na casa própria e até mesmo em imóveis para fazer renda. “Tivemos uma redução na taxa Selic e um aquecimento significativo na área. Os bancos também reduziram as taxas de juros e facilitaram a portabilidade. É um momento interessante para quem sonha com o lar e até comprar imóveis para investir ou prédios comerciais”, ressalta. 

Freitas, que também é sócio do COMDONO – startup brasilense que visa a desburocratização da compra e venda de imóveis – aponta a tecnologia como aliada no crescimento. “Já é possível comprar qualquer coisa pela internet. Com o mercado imobiliário não seria diferente. O comprador não quer mais o trabalho de ter que ir em uma imobiliária, marcar com um corretor e seguir uma lista enorme de exigências e burocracias. A expectativa é que tudo fique mais simples e mais rápido”, afirma. 

O setor imobiliário é uma das principais apostas para a aceleração do crescimento brasileiro em 2020, registrando aumento nas operações de crédito nos últimos 12 meses.  Para a Abecip, o volume de financiamentos habitacionais deve crescer 18% em 2020, após um aumento de 15% em 2019. 

COMDONO 

O site busca desburocratizar a venda e compra de imóveis, onde os interessados podem procurar um lar que cabe no bolso e ainda é possível realizar uma simulação de financiamento pela tela dos smartphones, tablets ou computadores. Saiba mais:  https://comdono.com/