Neste final de semana, Ana Flávia Garcia e Gabriel Guirá estarão em cartaz com mais um espetáculo da cidade. Conheça “Brasília, brinquedo de ler”!

O Espaço Cultural Renato Russo recebe neste final de semana um espetáculo teatral para o público infantil. A obra “Brasília, brinquedo de ler” aborda a criação da capital por meio do olhar poético, brincante, inusitado, divertido e enigmático dos sonhos.

O espetáculo estreou em 2018, sendo sucesso de público e crítica, numa ocupação do espaço público do Centro Cultural 3 Poderes. No mesmo ano, foi convidado a participar do V Festival Itinerante de Leitura UniDuniLer Todas as Letras. Agora, está de volta em um novo formato, com novo elenco e dentro do espaço do teatro. O enredo segue sendo o mesmo e os intérpretes trazem para a cena o jogo e a poesia entre dois personagens que atuam em seu canteiro de obras, que é também canto de brincar, de construir e de sonhar.

A primeira temporada de “Brasília, Brinquedo de Ler” em 2019 é um convite a celebrar as comemorações do aniversário de Brasília, com essa experiência lúdica, onírica e humorada sobre a criação da cidade. O espetáculo reúne criadores de renome na cena teatral da cidade. Gabriel Guirá e Ana Flávia Garcia assinam a criação cênica. A iluminação fica a cargo de Ana Quintas.

Ana Flávia Garcia, anteriormente diretora do espetáculo, divide agora a
cena e a co-criação dessa dramaturgia.

“Estar em cena num espetáculo que já existia com outro elenco nunca é sobre uma substituição. Um novo corpo no jogo é também uma nova teia de complexidades, identidades e delicadezas para o espetáculo. É uma presença que pede necessariamente novos olhares sobre a potência da criação.”


Gabriel Guirá, que na primeira versão assinava tanto o texto quanto o
design dos brinquedos utilizados em cena, fala agora sobre a escolha dos
novos objetos:

“Junto ao desejo de aprofundar o nosso olhar sobre a complexidade da cidade, sentimos também a vontade de mergulhar ainda mais na imaginação criadora da infância, e para isso, abrimos mão dos brinquedos estruturados e fomos beber da matéria-prima do brincar:
materiais crus, que, presentes nos canteiros de obras, despertam em todos nós o impulso da inventividade.”

FICHA TÉCNICA
Criação e interpretação: Ana Flávia Garcia e Gabriel Guirá
Concepção e operação de luz: Ana Quintas
Design gráfico e produção geral: Gabriel Guirá

SERVIÇO
Datas: 06 e 07 de abril, sábado e domingo
Horário: 16h (após as apresentações haverá 10 minutos de livre
interação do público com os brinquedos)
Ingressos: R$ 30 inteira e R$ 15 meia-entrada (os ingressos serão
distribuídos 1 hora antes de cada apresentação)
Público-alvo: Crianças a partir de 3 anos