Impacta diretamente na produção ou na qualidade da lágrima

Os termômetros no Distrito Federal ultrapassaram os 35ºC e os olhos precisam ser cuidados para manter a boa saúde. Nesse período, é comum observar olhos ressecados, vermelhos, ardor e coceira. Esses sintomas se dão pois a lágrima tem como principal função a lubrificação dos olhos, e a falta ou diminuição da presença da mesma, pode levar aos transtornos mencionados.

A médica oftalmologista Dorotéia Matsuura, explica que a lágrima, ou filme lacrimal, é um líquido produzido pelas glândulas lacrimais, composto por água, sais minerais, proteínas e gordura. “Tem como função lubrificar, limpar e proteger os olhos das adversidades causadas por substâncias estranhas ou micro-organismos”, esclarece a especialista da Auge Oftalmologia. A profissional de saúde alerta ainda que, em nenhum momento é aconselhável coçar os olhos, tanto devido à pandemia, quanto aos danos que podem ser causados à retina, quando essa é exposta a movimentos bruscos.

Entre as causas mais comuns para a síndrome do olho seco, que afeta a córnea e a conjuntiva, estão a função reduzida ou perda do componente aquoso da lágrima decorrente do envelhecimento; as doenças sistêmicas e autoimunes (síndrome de Sjögren, artrite reumatoide, lúpus, entre outros); e o uso de certos medicamentos, como antidepressivos ou antialérgicos.

Além disso, a evaporação excessiva causada por fatores ambientais, como a exposição ao ar condicionado, vento, clima seco e quente, ou ainda a fumaça, podem também estimular anormalidades nas pálpebras, levando aos efeitos da síndrome.

Sendo assim, antes de se auto medicar, procure um especialista em oftalmologia, que é o profissional capacitado para diagnosticar a síndrome e indicar o tratamento adequado. “Na maioria das vezes se faz o uso de lágrimas artificiais, ou seja, de lubrificantes oculares que ajudam a aliviar os sintomas e desconfortos. E tem também o novo tratamento de luz pulsada para olho seco, que emite pulsos de luzes nas pálpebras, completa a Dra. Dorotéia.

Serviço:

Auge Oftalmologia

Brasília Medical Center – SGAN 607 Bloco A Salas 309/310 – Asa Norte

Contato: (61) 3322-6000

www.augeoftalmologia.com.br