Em live realizada na tarde desta quinta-feira, o artista Wilton Oliveira confirmou que o projeto no Catarse bateu os 100% da meta de 20 mil reais.

Hoje é um dia de festa para os mais de 85 modelos do projeto “Men in charcoal” e dos amantes e admiradores das artes visuais do Brasil. O projeto do fotolivro “Homens em Carvão” sai do campo das redes sociais para virar papel de verdade. A ação, que nasceu durante o período de isolamento social, abraçou diferentes pessoas do Brasil e do mundo num projeto modesto, que visava a realização de desenhos em carvão de diferentes homens. Tempos depois, com o amadurecimento da proposta, tomou-se a iniciativa de transformar esses desenhos em algo palpável, físico.

Lançada no Catarse, a campanha de arrecadação de fundos para a realização do fotolivro tinha a meta de pouco mais 20 mil reais e funcionava naquele esquema de tudo ou nada. Isso quer dizer que se não alcançasse o valor estimado até o final de janeiro, o dinheiro seria devolvido aos doadores/incentivadores.

A boa notícia é que além da meta ter sido batida, ainda restam 10 dias para o final do mês e as doações são permitidas até o dia 30/01.

Numa live publicada hoje pelo instagram @menincharcoal, o autor da proposta agradeceu aos amigos e parceiros nessa empreitada das redes sociais:

“Era um troço que parecia muito impossível e que rolou! Um projeto muito bonito que me ensinou muita coisa, tanto tecnicamente, na parte do desenho, quanto no meu entendimento e aceitação como homem. Me ajudou a me conectar com muita gente boa!”

PRÓXIMOS PASSOS.

Bem, o primeiro passo é entender que há uma série de pequenas etapas a serem realizadas, desde a tradução dos depoimentos dos modelos para o inglês até a diagramação final, impressão e distribuição do material aos mais de 170 apoiadores (de acordo com os brindes por nível de doação). O que existe, por enquanto, é a boneca do livro – um esboço de layout de apresentação da obra final. Vale lembrar que 13% do valor arrecadado volta ao Catarse, que é a taxa que a plataforma cobra por disponibilizar o sistema de campanha.

“Eu vou mandar um cronograma pra todo mundo depois que acabar a campanha. Ainda restam 10 dias. Eu tenho que finalizar uns desenhos que faltam. A ideia é termos o livro pronto em março, mas eu dependo da gráfica e dos Correios. São algumas questões técnicas que não dependem só de mim. Se tudo der certo, até o final de março os livros serão entregues aos apoiadores. Depois disso, há a proposta de abrir uma chamada para ‘Mulheres em Carvão’, nos mesmos moldes do ‘Men in charcoal’. Vai ser legal!”, conta Will.

“ARTBOOK – Homens em Carvão” (Men in Charcoal em inglês) é um livro de arte/protesto. Uma tentativa de desconstruir o padrão do que o que é ser homem nos tempos atuais. Além dos retratos e reflexões de cada modelo sobre o que é ser homem, o livro contará também com pequenos aprendizados sobre a masculinidade frágil, sobre a diversidade dos corpos dos homens e sobre como foi trabalhar com o carvão ao longo do ano. 

Quem quiser doar, é só entrar no site do Catarse e apoiar mais esse projeto de um artista independente do Brasil. Segue o link:

https://www.catarse.me/menincharcoal