Dança e Reflexão – Espetáculo fala de violências cotidianas

Em agosto, estreia PEQUENO TRATADO DE VIOLÊNCIAS COTIDIANAS, um espetáculo de dança que propõe reflexão sobre as violências que sofremos diariamente e que, de tão comuns, tornam-se invisíveis.
Foto: Tom Lima

Situações comuns de filas de bancos, reuniões de trabalho, conteúdo da mídia, políticas públicas e até as rotinas em escolas, lares e relacionamentos serviram de fonte de pesquisa da obra, que aposta na reação do corpo vibrátil, sensível e afetivo dos intérpretes. Nesse sentido, os corpos em movimento, afetados pela invisibilidade das violências cotidianas, transformam o espetáculo numa experiência que ultrapassa a relação habitual de público e intérpretes através da poética dos corpos, afinal, atravessar esses sentidos entre espaço e corpo significa um grito singular de liberdade. A direção é assinada por Diego Pizarro.

O projeto do Coletivo CEDA-SI é fomentado pelo FAC/DF e terá outras ações integradas. Após a temporada de circulação do espetáculo por cinco cidades do DF, haverá aplicação de oficinas de composição coreográfica abertas à comunidade. O resultado das oficinas culminará no lançamento de uma videodança no primeiro semestre de 2019.

O CEDA-SI – Coletivo de Estudos em Dança, Educação Somática e Improvisação – é um grupo artístico composto por diversos pesquisadores, estudantes e artistas e se propõe a produzir pesquisas relacionadas a processos de preparação e composição em dança a partir de práticas somáticas diversas e estruturas de improvisação. A integração de diferentes linguagens em conexão com o público da cidade é o grande diferencial de “Pequeno Tratado de Violência Cotidiana”.

A dança, em seus matizes estéticos, éticos e políticos, irá fortalecer o campo da dança na cidade, por possibilitar que artistas e público construam uma troca válida entre a fruição artística e o impacto sensorial, tendo as referências do ambiente de fora (cidade) e o ambiente de dentro (corpo sensível). Assim, o espetáculo pretende sensibilizar a todos através de temporada itinerante pelo Distrito Federal.

Confira a programação de agosto:

CEILÂNDIA
Local: Teatro SESC Newton Rossi – QNN 27 Área Especial
Data: 01/08 e 02/08 (Quarta e Quinta), às 20h

GAMA
Local: Teatro SESC Paulo Gracindo – SIND QI 1
Data: 08/08 e 09/08 (Quarta e Quinta), às 20h

VILA TELEBRASÍLIA
Local: Espaço Pé Direito – Rua 1, Casa 23, Vila Telebrasília
Data: 11/08 e 12/08 (Sábado e Domingo), às 20h

TAGUATINGA NORTE
Local: Teatro SESC Paulo Autran – CNB 12 Área Especial
Data: 15/08 e 16/08 (Quarta e Quinta), às 20h

SOBRADINHO
Local: Teatro de Sobradinho – Área Especial, Q 12
Data: 25/08 e 26/08 (Sábado e Domingo), às 20h

*O espetáculo possui classificação indicativa de 14 anos
*Entrada Franca em todas as cidades.

FICHA TÉCNICA:
Produção Executiva e Gestão: Gisele Tressi
Assistente de Produção: Thais Cordeiro
Direção e concepção: Diego Pizarro
Dançarinos-pesquisadores: Laura Pires, Lisiane Queiroz, Louise Lucena, Rafael Alves, Thais Cordeiro, Victória Oliveira
Intérprete em Libras: Ilana Neiva
Coreografias: CEDA-SI
Figurino: Bernardo Ouro Preto
Caracterização e Fotografia: Tom Lima
Trilha sonora e vídeo: Adriano Roza
Iluminação: Higor Filipe
Designer gráfico: Thiago Sabino
Assessor de Comunicação: Josuel Junior

Contato da Produção: (11) 952106648
Contato para Entrevistas: (61) 984871551

Copyright© 2018 | Gazeta Brasília - Jornal Online de Brasília | contato@GazetaBrasilia.com.br